Publicado em: 12-09-2014 

Fonte: 

Morreu Antonio Cedraz, cartunista criador da Turma do Xaxado

Xaxado – como todo bom nordestino – é um garoto forte, nascido no interior da Bahia e neto de um cangaceiro que vivia com o bando de Lampião. Suas aventuras retratam a vida da região, fortalecidas com as crenças e lendas, além da companhia dos seus amigos Zé Pequeno, Marieta, Marinês, Arturzinho e Capiba.

 

Refletia muito do seu autor, Antônio Cedraz, que morreu hoje (dia 11), às 6h30, aos 69 anos, após a luta contra um câncer de intestino. De acordo com informações do site Universo HQ, o cartunista baiano foi internado ontem, em estado grave, e não resistiu.

 

Criador da Turma do Xaxado, Cedraz nasceu numa fazenda no município de Miguel Calmon, Bahia, em 4 de maio de 1945. Cresceu fã dos quadrinhos de personagens como Tarzan, Super-Homem e Fantasma, além das revistas da linha Disney e da Turma da Mônica, grandes influências no seu traço.

 

Dentre os reconhecimentos, Cedraz ganhou quatro troféus HQMix (em 1999, 2001, 2002 e 2003), além do Prêmio Ângelo Agostini como Mestre do Quadrinho Nacional.

 

As tiras de sua criação máxima foram publicadas ininterruptamente no jornal A Tarde a partir de 1998. Os personagens apareceram ainda em livros, revistas e sites como o Universo HQ. Xaxado e cia. foram usados pelo Governo da Bahia em diversas campanhas junto ao público infantil, chegando a ganhar apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação e a Cultura (Unesco), em 2003.

 

Em fevereiro deste ano, Antônio Cedraz foi homenageado com uma exposição em Salvador e no próximo ano será o autor homenageado no Festival Internacional de Quadrinhos (FIQ), em Belo Horizonte.

 

No dia 25 de agosto, os quadrinhos nacionais também sofreram uma grande perda nordestina: Deodato Taumaturgo Borges, pai de Mike Deodato Jr. e do primeiro personagem paraibano, o Flama, morreu aos 80 anos.

 

 

Cartunista baiano Antônio Cedraz junto com sua criação máxima, a Turma do Xaxado (Foto: divulgação)

Pb Atual